BGS 2018: um pouco da maior feira de games da América Latina

5 de novembro de 2018

Outubro chegou e já passou e com ele veio também a BGS 2018 (Brasil Game Show). Pelo terceiro ano consecutivo (BGS 2016, BGS 2017) fomos cobrir o evento que é o maior da América Latina no segmento e que trouxe as novidades no mercado de jogos mobile, PC, consoles (PlayStation, Xbox etc), tabuleiro e cartas. Mais do que isso, reuniu as principais empresas do setor e apresentou os lançamentos, que puderam ser jogados ali mesmo. O evento aconteceu no Expo Center Norte em São Paulo nos dias 10 a 14 de Outubro.


A BGS também é conhecida por trazer convidados para participarem de sessões chamadas de "Meet & Greet", nas quais o público tem acesso direto para perguntas e fotos. Dentre os nomes deste ano estavam Nolan Bushnell, um dos fundadoes da Atari, e Daniel Pesina, que ficou famoso na década de 90 por atuar no jogo Mortal Kombat como os personagens Johny Cage, Sub-Zero, Scorpion, Reptile, Smoke e Noob Saibot. Os patrocinadores também completam o quadro de convidados com Youtubers (ex. Leon e Nilce, Jeff Feng, Malena e Cellbit) e Streamers.

Nossa visita à BGS aconteceu na sexta-feira, 12, dia das crianças :). Nada melhor do que passar o feriado das crianças imerso no universo paralelo dos jogos. Aliás, quem acha que a BGS é para crianças, está muito enganado. Ouso dizer que havia muito mais marmanjos do que crianças no local. O Expo Center Norte, por sinal, estava completamente lotado! Independente do tamanho do lugar (que é GIGANTE), não tinha um espaço vago. Não conseguíamos andar "soltos". Com o ambiente cheio, as filas também eram parte da diversão, o que impacta bastante o número de coisas que conseguimos ver.


Dentre os jogos que testamos está o Black Desert Online, que é um MMORPG que se passa em um ambiente totalmente fantasioso de conflito entre duas nações rivais, a República de Capheon (materialista) e o Reino de Valencia (espiritual). Pontos marcantes do jogo são os gráficos realistas, alto nível de interatividade com o ambiente e grande número de missões e diálogos. Devido ao ambiente complexo e ao tempo que tivemos para jogar, a avaliação da jogabilidade fica comprometida. São muitos elementos para sermos introduzidos e o pouco tempo não ajuda quem não conhece as versões anteriores do jogo. De qualquer forma, serviu para nos divertimos por alguns minutos. Aproveitamos também para relembrarmos o saudoso Arcade, com jogos de corrida e de luta.


Além dos jogos, assistimos também parte do Campeonato de Counter Strike Feminino. Os campeonatos são outra parcela relevante do evento. Este ano, a Brasil Game Cup contou com rodadas de DOTA 2, Counter Strike: Global Offensive (masculino e feminino), Gears of Wars, Gran Turismo e outros.


Outra coisa que me chamou a atenção este ano foi a Brasil Game Jam 2018, na qual equipes trabalharam para criarem jogos durante 48h do evento. Quem saiu vitoriosa e levou o prêmio do Banco do Brasil foi a equipe do ICMC da USP de São Carlos. É a galera do ICMC representando bem nossa casa ;)

E você, gosta de jogos ou já foi na BGS? Se tem interesse, não percam o próximo ano. Tem muita coisa para aproveitarem!

Posts similares

comentários

  1. Gostei bastante da BGS esse ano.
    Finalmente tivemos um pouco, BEM POUCO, de Nintendo e consegui testar um dos jogos que mais quero.
    Os estandes estavam bem distribuídos e achei isso bem legal =D

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  2. Caraca não conhecia a BGS e curti demais, ficarei de olho porque é o tipo de evento que me faria feliz demais! Eu quero!

    ResponderExcluir
  3. que legal saber que vc curte esse universo e foi na feira, sei que é mesmo imensa e tem muitas novidades legais

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  4. Ameeeeei o Blog ♥♥♥

    Aaah, quando fazia faculdade eu fui! Há uns anos atrás!

    A BGS é top mesmo!


    Beijos ♥
    Dona de Casa Moderna
    @donadecasamoderna

    ResponderExcluir
  5. Primeiro post que leio de vocês e já me apaixonei pela simpatia e pela sensibilidade. ♥ Adorei o modo como descreveu o evento (e olha que não é meu tipo de rolê, hein), mas curti mesmo as fotos (meu rolê, sim). Fiquei surpresa com a multidão. Por se tratar de um feriado, imaginei que fosse lotar (tenho amigos que curtem também), mas não tanto. ♥ Obrigada pelos detalhes, queridos.

    Sabrina Santiago | www.mocadecasa.com

    ResponderExcluir
  6. Eu amo jogar, mas eu me controlo por que se eu jogasse sempre que quero eu não teria vida, hahahaha. Lembro que quando eu era criança pedia um video game pra minha mãe e ela dizia que video game era coisa de menino. Hoje eu fico só nos meus joguinhos de celular pra poder controlar meu vício em jogar, haha. Até por que a um tempo atrás meu marido comprou um PlayStation pra jogar jogos antigos, do tempo de criança.
    Gostei muito do post, eu ia pirar nessa feira \O/
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
  7. Ah, teve uma feira parecida com essa aqui no Rio, mas fiquei com receio de ir. Porque não sou tão ligada nos games assim, mal tenho dinheiro pra comprar os games pro meu Xbox 360 (que já é velhinho né, hoje em dia tem os mais recentes). E meu computador não pega muito os jogos, mal pega meu editor de vídeos, hahaha! Meu sonho ter um pc que suporte tudo. Principalmente os jogos. O máximo que posso ter no pc é o The Sims 4 que comprei em 2016 e todo final de ano fico criando uma família nova pra passar o natal e etc, hahahaha! A dúvida que eu tinha sobre a feira era de: dá pra jogar na feira né? Tem um tempo limite pra poder experimentar o jogo como li que você escreveu, mas dá pra curtir ou o tempo é muito curto? Tem muitas filas?
    Beijos!

    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
  8. Nossas pelas fotos estava realmente bem cheio! Eu fui ano passado no dia da imprensa então foi super tranquilo pra curtir as atrações. Esse ano não me animei de ir, mas adorei ver o conteúdo feito por quem foi lá ver tudo de pertinho!
    Beijos!
    Colorindo Nuvens

    ResponderExcluir
  9. Nossa que legal!!

    Beijos,
    www.thalitamaia.com

    ResponderExcluir